terça-feira, 26 de junho de 2007

Um quarto inteiro.

Teu quarto não tem janela
Tem duas portas em teu quarto
Um telhado decorado com estrelas
E uma lua partida, que também é um quarto
Quarto crescente, ascendente, ardente...

As estrelas de teu quarto brilham mais que
Todas do imenso firmamento, e a lua de teu
Quarto reflete não a luz do sol, mais a luz de
Teu coração maior estrela de toda criação...
De tua cama vi o céu de tua alma
Dessa alma que grita mesmo quando cala...
Alma agitada que me entala a fala
E teus olhos duas estrelas que brilham mais que
As de teu quarto pois eles refletem a luz da
Paixão que habita tua alma incandescente
Que se abrem como portas da frente 
Me convidando a ficar para sempre...
E minha vontade seqüestrada não se faz de rogada
E permanece deitada nos lençóis que agora guarda
O cheiro de minha e tua alma...

(AlexSimas)

Nenhum comentário: