sábado, 24 de janeiro de 2009

Momentos...

Momentos...

Lembra de mim
Dos beijos que te dei misturados as lagrimas de minha emoção
Lembra de mim
Das muitas estrelas cadentes que roubei para te presentear
Lembra de mim
Das noites de verão quando pedia ao mar que te cantasse uma canção
Lembra de mim
Das muitas bobagens que falava apenas para te ver sorrir
Lembra de mim
Da inveja que sentiam as flores quando passeávamos nos jardins
Lembra de mim
De quando o brilho de meus olhos ofuscava o sol só por estar perto de ti
Lembra de mim
De como me sentia criança em manhãs de natal toda vez que te via
Lembra de mim
De quando segurava o vento para que não desmanchassem teus cabelos
Lembra de mim
De quanto se iluminava minha alma cada vez que você sorria
Lembra de mim
Quando implorava ao tempo congelar as horas eternizando nossos momentos
Lembra de mim
Do prazer que eu sentia em ficar acordado só para te ver dormir
Lembra de mim
Porque apesar de tudo eu não consigo esquecer você...

(AlexSimas)

2 comentários:

Serena Flor disse...

O que fazer com um sentimento que teima em não nos deixar, quando o amor da pessoa amada já se foi?

Seus versos são maravilhosos meu amigo!
Um grande beijo e ótimo dia pra você!

Christina disse...

esta poesia é belissima! voce descreve uma lembrança com suavidade e clareza. parabens. beijos brilhantes.