quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Chifres. A Grande Roda do Mundo...

Para quem já leu “A Guerra de Troia” que envolveu desde reis ate deuses do olimpo, durou mais de dez anos e terminou em massacre, deve estar se perguntando. Será que tudo isso realmente aconteceu só por causa de um par de chifres?

Será que Troia realmente existiu, ou sua historia não passa de mais uma fabulosa saga poética bem ao gosto dos gregos antigos? Historiadores e estudiosos das mais diversas áreas ainda não têm a resposta para essa pergunta.

Saga poética ou não, chifres são capazes de coisas fenomenais, desde os tempos pré-troia ate os dias atuais (e além) eles movem o mundo. Duvida? Vejamos:

Metade das cervejas, cachaças, uísques e demais bebidas (incluindo-se ai o veneno), são consumidas por cornos de todos os sexos e idades.

Flores, livros, viagens, jóias, casacos, automóveis, barcos, obras de arte e mais uma porção inominável de tralhas viram presentes para cornos e cornas, alem de expurgadores das culpas de seus fazedores.

Garçons, Detetives, Padres, Pastores, Psicólogos, Poetas, Pais de Santo, Cartomantes, Juízes, Advogados, Delegados, e mais um sem numero de profissionais, devem grande parte de seus proventos aos guampudos da vida.

Os mais diversos estabelecimentos comerciais devem grande parte de suas receitas a essa classe de consumidores: Motéis, Hotéis, Bares, Restaurantes, Agências de Viagens, Boutiques, Joalharias, sites da Internet, Farmácias e ate camelôs.

Sem falar em toda a indústria do entretenimento e da informação. Tal como a Fonográfica com seus Músicos, suas Bandas, Cantores, Compositores... A Cinematográfica com seus Atores, Roteiristas, Diretores... A televisão com suas Novelas, Telejornais, Seriados... A Editorial com seus Jornais, Revistas, Livros...

Resumindo a Cornoalia é responsável por praticamente metade do PIB mundial, desde os fabricantes de chocolates que por sua vez sustenta a lavoura cacaueira, ate a indústria de armas, que sustenta as metalúrgicas que sustenta as siderúrgicas que sustentas as mineradoras, não esquecendo a indústria farmacêutica com seus viagras, lubrificantes, anticonceptivos etc. etc. etc.

Não consigo vislumbrar um único segmento da economia que não dependa ao menos parcialmente das galhadas que pende das cabeças mundo afora.

Resumindo: O Corno é uma grande Instituição Financeira. Portanto vamos continuar alimentando-a para o bem de toda a humanidade.

Diante de tudo isso, e em se provando que Troia existiu de fato. Menelau, Agamémnon, Páris e principalmente Helena, estão perdoados.

(AeSSeCê)

2 comentários:

Sél disse...

Interessante concepção a respeito do mal que tanto aflige a Humanidade rsrs
Não duvide - a Cornuália existe!

E gera dividendos e rotatividade financeira (além da rotatividade física, é claro...)^^

Abraços

Maria Inês disse...

Adorei! Tu sempre criativo. bjs